ABOUT ME / A BELEZA DE FUGIR DOS PADRÕES E SER FELIZ COM SUAS ESCOLHAS

08:30

Oie!!!

Vamos conversar sobre beleza! 

Vou contar hoje para vocês como eu lido com a "beleza" e como ela faz parte da minha vida.

Eu sou de 93, e como criança dos anos 90 e início dos 2000 os meus primeiros "padrões de beleza" eram a Barbie, Spice Girls, Britney Spirs entre outras. O problema dessas modelos de beleza é que eram todas iguais, a Barbie tinha a mesma cor de cabelo da Britney e da Baby Spice (Emma Bunton), todas loiras, olhos claros e magras. Quando eu era criança eu não sofri muito para me parecer com elas, pois o meu cabelo era loiro e eu era uma criança magra. Mas com o passar do tempo eu fui mudado, mas elas ainda eram os "padrões de beleza e as meninas queriam muito ficar parecidas com elas. 


TENTANDO ENTRAR NOS PADRÕES:INFELIZ
Quando se é criança a preocupação com isso não é tão grande, mas com a chegada da pré e adolescência você começa a se questionar e a se preocupar com o que os outros falam (esse é o maior erro da vida). Comecei a me dar conta que a maioria das meninas eram altas e todas se vestiam meio parecidas. Eu usava calça jeans enquanto a maioria usava calça colada, usava camiseta e elas blusas de alça, usava All Star e elas uns tênis gigantes. Eu era o oposto delas, e isso fazia com que me achesem estranha. Sem contar isso a minhas escola sempre tinha concurso de mais bonita ou prenda, e é claro que eu não me encaixava nesses concursos. Com isso fiquei tímida e super retraída, tinha vergonha de falar com os outras pessoas e até falar com as pessoas da minha turma. Deixei o cabelo crescer bastante, usava ele sempre liso e tentei usar roupas parecida com as das outras meninas (claro que não ficavam bem no meu corpo), andava com meninas que eu achava insuportáveis só para que me aceitassem. Eu não era feliz nessa época, sofria muito tendo que me parecer com as outras meninas.  


FORA DOS PADRÕES:FELIZ
No final do ensino fundamental cortei o cabelo estilo joãozinho e a me vestir com roupas que gostava, riam de mim me achavam esquisita, mas esse era o momento em que eu estava mais feliz comigo mesma. No ensino médio era ótimo todos era diferentes, não existia mais aquela padronização, comecei a colorir o cabelo de vermelho, e usar minhas camisetas de banda. Eu tinha voltado a origem das camisetas, jeans e All Star e como isso me deixa feliz. No meio do ensino médio eu estava com o cabelo metade laranja e a outra metade vermelho (estilo fogueira) e nunca tinha me achado tão linda até o momento, eu era super confiante e não tinha mais medo de me comunicar com ninguém.Foi no secundário que aprendi que temos que ligar o F-O-D-A-S-E para o que os outros falam sobre nós. Hoje na faculdade cada um cuida do seu padrão, claro que é super estranho entrar no elevador com o pessoal da Moda (parecem sempre estar prontos para uma festa) e você estar acabada, com o cabelo bagunçado e sem maquiagem, mas eu nem me preocupo. Sim eu sou aquela pessoa baixinha, gorducha, branquela do cabelão preto que anda sempre de preto. E nunca teve tão feliz por por ter escolhido fugir dos padrões!
EU E O BATOM VERMELHO:
Eu comecei usando um batom vermelho de um real (aqueles de princesa que vende na farmácia) e saía todos os dias de batom vermelho. Depois de um tempo minha mãe percebeu como eu gostava de batom vermelho e me comprou um batom da Natura daquela linha mais baratinha. Depois fui comprando mais batons vermelhos de outros tons e fiquei simplesmente apaixonada por essa tonalidade. Até uso outras cores de batom, mas o vermelho e de todos o meu favorito!

A mensagem que quero deixar com esse textão é, não se importe com o que os outros falam a sua felicidade vem em primeiro lugar, você não precisa estar dentro dos padrões para sua beleza ser linda!


Essa é a blogagem coletiva para o Red Lips Day,criada pela Renata do (Mulher Vitrola).
Para saber mais é só clicar AQUI.
Para acompanhar esse RLD tem o Facebook e o Instagram: Red Lips Day - Red Lips Day  


Espero que tenham gostado da novidade,tenham um ótimo dia,beijos e até mais!
Para acompanhar nas redes sociais:

You Might Also Like

0 Comentários

MAIS LIDOS

CURTE A PÁGINA

ÚLTIMOS VÍDEOS

Instagram