Dúvidas Frequentes ( Algumas) sobre Câncer de Mama

00:00

Oie !!!

Eu prometi sábado passado no post "Satina / Blogueiras Unidas Contra o Câncer de Mamaque hoje, falaria das dúvidas frequentes, que o pessoal da Satina me mandou por e-mail.

Vamos começar...



   


Algumas dúvidas sobre o câncer de mama:

As informações contidas nesta página são orientações gerais. Elas nunca devem substituir as especificações feitas pelo médico para o seu caso.

"O que é câncer de mama?
O câncer de mama é uma alteração na mensagem genética das células da mama que passam a crescer 
indefinitivamente e invadir outros tecidos. É o tipo de câncer que mais acomete as mulheres, mas, se diagnosticado e tratado precocemente, as chances de cura são bem elevadas. O diagnóstico positivo é sempre uma notícia impactante, mas é importante estar bem informada para conversar com a equipe médica sobre as opções de terapias disponíveis e mais apropriadas para o seu caso.  

O que causa o câncer de mama?
Ainda não existe um conhecimento pleno de todas as causas do câncer de mama; por isso, 
a principal estratégia de tratamento desta doença visa à sua erradicação cirúrgica na fase inicial de seu desenvolvimento. Alguns fatores de risco estão envolvidos com a maior probabilidade do desenvolvimento desse tipo de câncer, por exemplo: genético,idade acima de 40 anos, gravidez tardia, primeira menstruação precoce, menopausa tardia, antecedente pessoal de 
câncer, antecedentes familiares de primeiro e segundo graus (avó, mãe, tia irmã e filha) de câncer de mama, dentre outros.

Como se detecta o câncer de mama?
O melhor método para se diagnosticar precocemente o câncer de mama é o exame mamográfico. Por meio dele, podemos identificar a doença antes mesmo dela se tornar um nódulo. A mamografia é um exame indicado principalmente para as mulheres acima de 35 anos, pois nas mulheres muito jovens a imagem mamográfica não apresenta boa definição. Nesses casos, para o diagnóstico, o mastologista pode solicitar outros exames, como a ultrassonografia e a ressonância magnética. Quando associados, eles melhoram a
s chances diagnósticas pré-terapêuticas. 

O câncer de mama pode ser prevenido?
Não há como fazer a prevenção primária do câncer de mama, que significa evitar que ele apareça. O que se pode fazer é o diagnóstico precoce da doença, que possibilita o aumento das chances de cura. Sendo assim, hábitos saudáveis são aliados importantes e sua adoção é reconhecida como medida que colabora com a menor possibilidade de ocorrência do câncer. São eles: não fumar, ingerir dieta rica em fibras e pobre em gordura, praticar exercícios físicos no mínimo três vezes por semana e evitar contato com agentes químicos cancerígenos.

O câncer de mama tem cura?
Sim. As chances de cura do câncer de mama podem chegar a 100% dos casos detectados na fase inicial. Quanto mais cedo ele for diagnosticado, melhores serão os resultados.

O câncer de mama é hereditário?
A maior parte dos canceres de mama não. Apenas 10% são considerados hereditários. O risco aumenta quando existem casos de parentes próximas (avó, mãe, tia, irmã e filha) com câncer bilateral de mama ou de ovário e que tenham sido acometidas com menos de 40 anos.

Qual é a periodicidade necessária para os exames de rotina?
Normalmente, o exame de rotina deve ser anual, mas poderá ser feito em intervalos
diferentes. O mastologista determinará o prazo ideal para cada caso.

Como é o tratamento do câncer de mama?
Os tratamentos são cirúrgico, quimioterápico e radioterápico, dependendo do estadiamento da doença.

Quais os tipos de cirurgias existentes?
Os principais tipos de cirurgias existentes são:
-Mastectomia simples: consiste na retirada total da mama;
-Mastectomia radical: consiste na retirada total da mama junto com os linfonodos (gânglios) da axila;
-Setorectomia: consiste na retirada do tumor, com margem livre ao redor do mesmo, com ou sem a retirada dos linfonodos da axila.

Quando a mama pode ser reconstruída?
A mama pode ser reconstruída no mesmo ato cirúrgico da retirada do tumor, mas também é possível aguardar o final do tratamento para isso. O tempo ideal deve ser avaliado pelo mastologista.

Todas as mulheres com câncer de mama podem fazer a cirurgia de reconstrução mamária?
Na maioria dos casos elas podem se beneficiar da cirurgia de reconstrução mamária."

* Todas as informações que constam neste post, tem como fonte o IBCC(Instituto Brasileiro de Controle do Câncer.


Espero que tenham gostado e que suas dúvidas tenham sido esclarecidas.

xoxo


You Might Also Like

0 Comentários

MAIS LIDOS

CURTE A PÁGINA

ÚLTIMOS VÍDEOS

Instagram